Noturno

No silêncio do quarto
Esta paixão inominável
me impele a mergulhar inteira
Em teus mistérios.
Tuas mãos acariciam-me o sono
E o poema brota incandescente
Iluminando a noite
E os lençóis.
(Ludmila do livro Te Sei)

En el silencio del cuarto
esta pasión indomita
Me impulsa a sumergirme entera
en tus misterios.
Tus manos acarician mi sueño
y el poema brota Incandescente
Iluminando la noche
Y las sábanas.
(tradução de Alicia Dominguéz)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    Um pensamento sobre “Noturno

    1. Sonhos acariciados, dobra-se a madrugada, sacode-se os lençóis e a vida se estende e entende e …que poema!! bjos. Ludmila.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>