Conto Mínimo: Carne de sua carne


O animal que escolhera era perfeito!
Há tanto tempo anelara um, daquela espécie, que lhe pertencesse incondicionalmente!
“Carne de sua carne” disse-lhe o tatuador, enquanto o dragão, recém nascido de suas costas, abria, lentamente, as asas.
(Ludmila)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    6 pensamentos sobre “Conto Mínimo: Carne de sua carne

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>