Contos mínimos: Poeira


Com estrondoso espirro, durante a faxina diária que eu fazia na casa, a avó desprendeu-se do porta retrato sobre o aparador e voou, solta e feliz, pelos tapetes da sala.
(Ludmila Saharovsky)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    Um pensamento sobre “Contos mínimos: Poeira

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>