Carta de um querido amigo

Amada Poeta

Há pouco me refiz do susto: Seu retorno pessoal ao meu blog trouxe-me euforia! Segurei todas as lembranças nos olhos, a palavra e a poeta: você, água viva cabendo em todos os signos, trabalhando as regiões dos sonhos…as infinitas regiões que a
palavra desafia. Eu sempre a procuro nas entrelinhas, você poeta maior,
cheia de lucidez, numa realidade absurda de muitos desencontros.
Suas palavras tem raros perfumes, essência de flores, caule de arvores
ancestrais com letras suaves esculpidas na superfície de troncos, à espera do eterno feito de tempo e sensualidade. Suas poesias são trabalhadas com precisão geográfica, palavras que me conduzem à esperança de um novo tempo. Suas referências traduzem esta busca de sublimidade e, eternamente voraz, eu me jogo em suas águas.
Narciso de todas as contemplações, invado esse espaço que você cria, lago em que
as palavras se purificam. Quedo-me encantado e reencantado no mágico das coisas que você nos diz, nas cores diversas que se esparramam de seus textos. Abro com dificuldade a cegueira de meus olhos, espanto alguns pássaros pousados em galhos
secos e tento incorporar suas poesias, seu espelho d’água em meu cansado
universo esvaziado de destino…
Lud como gostaria de ver suas palavras, tão infinitamente inspiradas,
artesanalmente impecáveis, fugirem dos limites de um blog e seguirem sobre a
leveza do mundo para que todos olhassem esse seu espelho d’água e entendessem a riqueza desse seu universo-palavra, construído com tanta sensibilidade por seu profundo pensar. Suas histórias, suas crônicas,seus contos têm um colorido próprio, estão colocadas num nível alcançado apenas em algumas grandes sinfonias. Sinto que
você se eterniza no encantado do tempo. As palavras acham você sempre num
estado de graça, e eu, perdido num universo de vagas torturas, sempre espero este encontro: O momento em que a poeta revolve todas suas esperanças, abre gavetas da memória e traz tudo para a conjugação certa, recriando a criação, e, de passos leves caminha sobre novas rotas e diferentes mapas contornando o estigma da palavra! Como admiro suas poesias… Elas sempre me encontram num estado de espera…como quem é capaz de fechar os olhos em alguns momentos e acreditar nos sonhos…
Obrigado por essa magia e encantamento!
Sempre seu
Guedes

Caros! Eu não pude deixar de transcrever aqui, essa carta tão linda que recebi hoje do meu querido amigo Carlos Bueno Guedes (querido e generoso, como apenas os amigos conseguem ser!)e que me deixou muito feliz!
Obrigada, Guedes, por estar sempre ao meu lado, me acompanhando e incentivando nesse exercício de escrever e nessa aventura de postar meus escritos num blog. Beijos, querido! (Ludmila)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    Um pensamento sobre “Carta de um querido amigo

    1. .

      Inspiradissimo Carlos Guedes…parabéns!
      Parabéns Ludmila, inspirada e inspiradora! Parabéns aos dois magos das palavras, das imagens e de todos os signos!

      Bosco – pontokom

      .

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>