Escrever é preciso!

Nunca fui adepta de diários. Uma pena, pois tive a vida tão repleta de momentos delicados, que adoraria relembrar com detalhes! Diários onde eu anotaria pensamentos que se perderam, poemas que eu poderia reescrever,lembranças de pessoas e de viagens que marcaram minha vida, alguns recortes de minha intimidade, quem sabe? A quem interessariam? Talvez a poucos, talvez a muitos… Anais Nin, não escreveu os seus durante 40 anos, transformando-os em documentos deste nosso século? Será que quando começou a escrever aquela carta ao seu pai, que nunca enviou, quando só tinha 12 anos, imaginou a importância que sua visão de mundo teria?
Bem…nunca é tarde para começar, e, de repente, eu percebo que um blog não deixa de ser um diário virtual, onde, tantos anônimos, como eu, vão partilhando seus gostos, interesses, publicando suas emoções, poemas, fotos, lembranças. Nunca, como hoje, a escrita foi tão revitalizada, o que é ótimo de se constatar.
Vamos escrever sempre! Vamos escrever muito! Vamos capturar essas nossas delicadezas e as revelar ao mundo. Como escreveu Rubem Alves, “Pensamentos são como pássaros que vêm quando querem e pousam em nosso ombro. E se não os registramos, voam para nunca mais.” É muito triste prender um pássaro, mas, uma palavra e mais outra, e outra, na gaiola da página, nos permitirá, quem sabe, criarmos uma inesperada sinfonia que poderá alegrar a jornada de alguns possíveis leitores, ou, pelo menos, desafiá-los a escrever algo muito melhor! Vamos lá! Escrevamos, amigos! (Ludmila)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    3 pensamentos sobre “Escrever é preciso!

    1. hermana
      de fato.
      tenho uma filha q escreve diário. aliás, mantem um diário seria talvez o mais correto.
      é um barato, ela os fecha depois de um ano e os guarda numa estante, e tem somente 19 anos de idade! eu jamais tive esta capacidade e nem acho q terei um dia, mas admiro isto.
      abs
      paul

    2. Olá, Ludmila! Esse seu post me deu uma vontade de retomar o meu diário! Depois de um certo tempo, vamos deixando esses pequenos prazeres para trás, mas como você bem disse, nunca é tarde para recomeçar. Abs
      Eleonora Krull

    3. Salve Paul!
      De repente, você não acha que nossos blogs são nossos diários? Alguns refletem poesias, outros músicas, outros, ainda, nos permitem adentrar em seus jardins secretos…o que é bom demais.E nossa alma vai se abrindo, nesses espaços tão diversos e instigantes!BJS

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>