A menina e a boneca

boneca2
A menina ganhou a boneca tão desejada. Presente de aniversário. Certa tarde, esqueceu-se dela na casinha armada entre os canteiros do jardim. Manhã seguinte, a boneca, coberta pela geada, perdeu a voz e o azul dos olhos de vidro enlagrimou-se. Choram, a menina e a boneca, no jardim, inconsoláveis. Na boneca, dá-se um jeito. Na dor da menina, não! (Ludmila)

           

    Conto mínimo: Azia

    olho-em-chamas-dc892
    No princípio a azia o incomodava um pouco.
    Com o passar dos meses, no entanto, o fogo lhe queimava as entranhas sem que nada aliviasse.
    Por fim resolveu assumir seu destino: Abriu a boca e a chama, expelida, libertou-se com magnificência.
    Agora, só lhe faltava treinar o voo.
    (Ludmila)

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...