Urubici, SC. Inscrições Rupestres

Mascara do GuardiãoInscrições rupestres UrubiciA pedra com as muitas inscrições rupestres fica no Morro do Avencal, no km 5 da estrada que vai para São Joaquim. Se a gente não ficar atenta, passa por ela sem se aperceber, pois a placa indicativa está arrancada e jogada num canto da estrada mostrando a direção contrária! Na pedra, imensa, estão as inscrições deixadas por povos que habitaram a região há pelo menos 4.000 anos, um dos mais importantes registros arqueológicos em território catarinense (segundo informações do folder). Presume-se que esses povos considerassem sagrado o local das inscrições. Dentre os desenhos destaca-se a imagem perfeita de um rosto, a “Máscara do Guardião”, que deve ser procurada atentamente pelo visitante. Quando eu soube, pelo guias da região, da existência desse registro, fiquei muito emocionada. Estes sinais civilizatórios tão antigos, sempre me remetem a um estado de espírito atemporal, onde minha alma viaja e recria histórias dentro da história. Eu imaginei que encontraria um espaço cercado, protegido, respeitado, resguardado. No entanto, o abandono do sítio fez com que eu passasse por ele, à deriva. Precisei retornar e buscá-lo. Realmente não entendo o descaso tão grande que nutrimos por nosso passado, passado que pertence a toda a humanidade. Afinal, sinais que datam de 4 mil anos, deveriam ser resguardados, relíquias arqueológicas vivas, a nos indicarem a continuidade da vida humana sobre o planeta. No entanto, a pedra está marcada com inscrições tipo “Jonatan e Elisete estiveram aqui”, sacos de plástico, latas de refrigerante e fezes infestam o lugar numa flagrante ignorância que hoje impera em nosso País, de história tão desrespeitada. Ah! Fosse em qualquer país fora do nosso e as inscrições estariam protegidas por molduras de vidro, o lugar teria inclusive taxa de visitação cobrada e filas de estudantes e historiadores ávidos em visualizar tamanha riqueza. Mas…estamos no Brasil! (Ludmila)Urubici Placa Inscrições RupestresUrubici Cartaz inscrições rupestres (foto antiga, da Internet, hoje a placa está ilegível)20140415_132100Urubici rupestres blogUrubici Rpestres3 blogUrubici Máscara do guardoãoUrubici Mascara doi GuardiãoSeguindo mais alguns km e entrando em propriedade particular, chegamos à Cachoeira do Avencal, com seus 100 metros de queda livre em meio aos penhascos. Pode-se chegar de carro até o alto da cachoeira, depois, o percurso é feito a pé.Urubici  pedra e cachoeira2011 (626)20140415_12382820140415_125054 20140415_124052No retorno, uma paradinha para ver a vista panorâmica da cidade:Urubici vista panoramica20140415_122029 A seguir, as Cavernas do Rio do Bugre e a Gruta Nossa Senhora de Lourdes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    2 pensamentos sobre “Urubici, SC. Inscrições Rupestres

    1. Boa Noite, Ludimila. Concordo e assino embaixo sobre o que vc escreveu. O sentimento que eu tive ao visitar, hoje, o local com as inscrições rupestres em Urubici é de indignação. Cheguei lá por volta das 11 h da manhã, não havia nenhum guia, nenhuma placa, ninguém para dar qualquer informação. Se eu não estivesse acompanhada do meu marido, teria ido embora. Havia alguns materiais de construção logo na entrada. Quem sabe não será uma casa visando à preservação do local e de informação aos visitantes? Assim espero… Voltando ainda a minha curiosidade em conhecer as inscrições, porém sem qualquer referência por onde começar, andei por um caminho de terra e lama, por causa da chuva do dia anterior, e consegui avistar as inscrições na pedra. Como pode um patrimônio histórico como este ser tratado com tanta indiferença e abandono? Será que os impostos que pagamos nunca é o suficiente? Enfim… Agradeço as suas explicações sobre o local, pois saí de lá com a incumbência de pesquisar sobre as inscrições para não deixar o momento ficar em branco. Conhecimento é poder. E eu desconfio que nossos governantes querem que vivamos na ignorância, para que eles possam “trabalhar” em paz.

      • Pois é, Ana! Eu presidi a Fundação Cultural de minha cidade, que administra o único Museu de Antropologia do Vale do Paraiba. Sempre que viajo, faço questão de visitar museus, sítios históricos, sítios arqueológicos, não apenas no Brasil, mas também em outros países, e, a cada viagem mais e mais me espanto e me entristeço com a falta de cuidado que o Brasil tem com seu patrimônio histórico. Sabe, dá vontade de ir até o prefeito e pedir satisfações, de escrever artigos, de conclamar as populações das redondezas para que cuidem destes marcos históricos que testemunham a presença de nossos ancestrais e as marcas que nos deixaram, mas…infelizmente, ninguém se interessa. Historia, arte, educação, cultura não são prioridades neste país de tantas políticas e políticos despreparados e interessados apenas em como lesar o povo, em todas as áreas e em todos os sentidos. Obrigada por seu olhar, seu interesse e seu comentário. Vamos fazendo a nossa parte, divulgando, criticando o descaso e acreditando que um dia surjam pessoas comprometidas com a nossa pré historia e consigam fazer algo para preservar esses documentos a céu aberto. Grande abraço!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>