Vaca Atolada

foto de Susie Thompson

foto de Susie Thompson

Pesquisando sobre os hábitos alimentares no Brasil Colônia, para meu próximo livro, fiquei sabendo que o garfo foi introduzido às mesas brasileiras, somente em 1836…depois da colher e da faca. E como comiam os habitantes da colonia? Com as mãos, ora essa! Havia também colheres de pau e facas para corte. O costume de comer com as mãos ainda predomina entre vários povos nesse nosso planeta, e eu, particularmente, acho uma delícia!

E, aproveitando os assuntos culinários, segue uma receita da época de nossos tropeiros, bem original de nosso Vale do Paraíba, que recebi de meu amigo Ocílio Ferraz: “Vaca atolada”

“A Vaca Atolada, hoje popular, foi receita muito refinada em séculos passados no Vale do Paraíba, pois o bovino era raridade nesta época. Este prato foi servido num hotel internacional (Festival Gastronômico de Ciclo do Tropeirismo no Vale do Paraíba em l982) com enorme sucesso. Após isto dezenas de empresas na região introduziram o cardápio tropeiro para os seus funcionários. Alguns servem a Vaca Atolada sem ir ao forno, adicionando mandioca já cozida. Por ser um prato forte, 3 quilos de costelas, serradas e limpas atendem 10 pessoas. Oriento servir com arroz com urucum e salada de folhas verdes (agrião, alface, couve, rúcula ou chicória). Alguns substituem a banana da terra ou banana nanica por batata doce cozida, indo ao forno. Essa é a receita que eu faço.”
Temperar na véspera costela de vaca picada, com sal, alho, cebola e pimenta do reino. No dia seguinte, cozinhar a costela em panela de ferro, com pouco óleo e todos os temperos, ela solta bastante água. Após o cozimento, colocar a costela, com o osso para baixo, em assadeira rasa e ir ao forno entremeada de banana da terra madura. Reforçar sutilmente com pimenta do reino. Ficando dourada servir na própria assadeira ou individualizar os pratos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    Um pensamento sobre “Vaca Atolada

    1. Luz, saborosa sua página! Revisitei em busca de um Conto Russo e me deliciei com as receitas! Parabéns! Luz, pode me apresentar um Conto Russo, que não tenha muitos personagens? É que estou fazendo oficina de Contação de Historias. Encontrei contos mínimos em sua pagina r as lendas, lindas, têm muitos personagens. Vou apresentar sozinha, entende? Pode me ajudar? Bjs!!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>