Pietá

CAPELA SISTINA
Ruinas aqui, a posse do tempo logo adiante, Roma é um velho caminho, uma convergência de outroras, ontens esquecidos, janelas para os séculos antigos. Nada é mais ontem do que uma via romana. Há em qualquer parte um cheiro de mala fechada, de prisão de sentidos.
E o amor? O longo e belíssimo Ângelo a nos dar, quase milagrosamente, Moisés, David, e a Pietá.
Roma é esse triângulo. Essas formas amorosas, sensualíssimas. A virgem e seu máximo filho. Os braços tombados de Gesú, o olhar fechado da mãe, a composição que é a expressão da cristandade, reduzida àqueles corpos nervosos, dispostos, humanos.
A boca angulosa e fértil de Moisés. A mão de David, a direita, a seta da vida, a expectativa antes de matar. Pietá, Moisés e David, andam conosco pelos museus. Abandonam seus altares e saem a nos dizer coisas, a nos soprar nos ouvidos tímidos e cotonizados. Vejo Moisés logo aqui, no quarto, com os músculos em fúria, sempre.
E David, com sua cabeça premiada, é uma passagem pela vida. Meu Deus, piedade, pietá, para todos, incapazes de sentir o tormentoso Miguel Angelo!
Quando se chega à Capela Sistina, de novo ele a nos surpeende. É a força de prosseguir, o sentido de permanência, a luta pelo detalhe, a busca do menor para fortalecer o maior, a soma do mais e do menos. O que mais vejo nesta capela onde o mundo está mostrado?
Volta-me Pietá, e lembro-me da mãe, das mães, das entregas, das forças ganhas e perdidas. Para Ângelo, o Cristo é um corpo verdadeiramente morto, sem trono. Só com a mãe a entendê-lo.
(Capítulo ROMA, no livro “Jogos do Instante” de Virgilio Moretzsohn Moreira, Nova Fronteira 1970)

Recebi esse texto, belíssimo, de meu amigo Fabiano Mauro Ribeiro, que partilho com vocês.
Obrigada, Fabiano, grande abraço!
Lud

pieta
ROMA

Vaticano é uma das colinas de Roma onde se praticava o culto aos vates (videntes, adivinhos) Vate também pode designar profeta ou poeta. Nessas colinas havia um templo erguido para o deus etrusco Vaticanus, que provocava nos recém nascidos o primeiro grito, ou vagido.
Calígula iniciou a construção de um circo concluído por Nero, onde pode ser que São Pedro tenha sido martirizado.
Os primeiros cristãos construíram na colina do vaticano um oratório. A partir do sec IV, com a liberdade concedida por Constantino, o oratório foi substituído por sucessivas basílicas até que, no sec. XVI, com Julio II iniciou-se a construção da atual basílica de São Pedro, que teve seu primeiro projeto feito por Bramante.
O papa Sisto V mandou construir a cúpula da basílica no ano de 1590, recebendo a Capela o nome de Sistina em sua homenagem.
A belíssima imagem da Pietá, N.S. das Dores, foi esculpida por Miguel Ângelo, quando ele tinha 25 anos. Perguntado porque a Mãe de cristo era tão jovem, o artista respondeu:
“A Mãe de Deus nunca envelhece…”

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>