Conto mínimo: O dente de marfim

O dente de marfim daquele mamute ancestral, primorosamente esculpido com cenas de luta, recuperou sua memória há séculos adormecida e, num rompante de energia, estraçalhou, de um só golpe, o pesado vidro da vitrine onde jazia exposto. Os vigias noturnos foram as primeiras vítimas que os valentes guerreiros da dinastia Shang fizeram, montados em seus elefantes ricamente adornados para a histórica batalha.
(Ludmila)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    Um pensamento sobre “Conto mínimo: O dente de marfim

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>