Contos mínimos: A princesa e o tear


Proibida pelo rei de afastar-se do castelo, a princesa ganhou um tear para que se distraísse nas tardes solitárias dos imensos salões. E ela teceu a cordilheira. E tramou a cidade além das montanhas. E fiou a longa estrada, pela qual seguiu, puxando atrás de si o fio da urdidura.
(Ludmila Saharovsky)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    Um pensamento sobre “Contos mínimos: A princesa e o tear

    1. Tecer Cordilheiras e cidades … fiar estradas e caminhos … matar a solidão das tardes … prenúncios de noites de sonho de princesa !!!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>