A lendária e deliciosa Romã

Aproxima-se a meia noite do dia 31 de dezembro e com ele as mil e uma simpatias: roupa branca, roupa íntima nova e amarela, lentilhas na ceia, pular sete ondas no mar, não comer nenhuma carne de ave, pois elas ciscam para trás, comer sete sementes de romã e guardá-las na carteira, entrar no ano com o pé direito…enfim…cada um de nós comemora a entrada do novo ano segunda suas crenças e tradições.
Eu sempre comemorei a passagem do ano na praia, assistindo a fantástica queima de fogos em Copacabana, brindando com champanhe, levando flores e perfumes para ofertar à Iemanjá, pulando as sete ondas, com certeza, e, partilhando com amigos a romã e suas múltiplas sementes.
Adoro romã. Acho linda sua história ligada às antigas tradições e à mitologia.

A importância dessa fruta é milenar. Ela aparece nos textos bíblicos e está associada às paixões e à fecundidade. Os gregos consideravam-na como símbolo do amor e da fecundidade. A árvore da romã foi consagrada à deusa Afrodite, pois se acreditava em seus poderes afrodisíacos. Para os judeus, a romã é um símbolo religioso com profundo significado no ritual do ano novo.
Quando os judeus chegaram à terra prometida, após abandonarem o Egito, os 12 espias que foram enviados para aquele lugar voltaram carregando romãs e outros frutos como amostras da fertilidade da terra que Jeová lhes prometera.
Ela estava presente nos jardins do Rei Salomão. Foi cultivada na antiguidade pelos fenícios, gregos e egípcios. Em Roma, a romã era considerada nos cultos como símbolo de ordem, riqueza e fecundidade.
Na Grécia, a romã era um atributo da deusa Hera e de Afrodite. Na Ásia, a semente aberta da romã expressava o desejo, quando não a própria vulva. Na índia, as mulheres bebiam o suco da romã para combater a esterilidade.

Perséfone foi “coagida” a comer a doce semente de romã, que Hades astutamente lhe colocou na mão.
É que esta semente, consagrando quem a come aos deuses infernais, simboliza também uma doçura “maléfica”. No contexto do mito, a semente de romã poderia significar que Perséfone deixou-se sucumbir pela sedução (e afinal, comeu por que bem quis), pois de certo não ignorava que “quebrar o jejum” era a grande lei do Hades. Quem quer que o fizesse, jamais regressaria ao mundo dos vivos.
Os sacerdotes e sacerdotisas de Deméter, em Elêusis, coroavam-se com ramos da romãzeira, mas nenhum iniciado podia, em hipótese alguma, comer-lhe o fruto, porque, símbolo da fecundidade, possui a faculdade de fazer com que as almas “mergulhem no cárcere do corpo”.
Perséfone, que antes do rapto era Coré, a “semente”, torna-se também estéril. Entretanto, o paradoxo é apenas aparente, pois a lei permanente do Hades, prevalece sobre o prazer efêmero de haver saboreado a “doçura” da romã.
Entretanto, o mundo subterrâneo não é apenas o depósito dos “eidola” ou sombras dos mortos. Longe disso: escondidas nas profundezas da Terra estão as sementes por germinar, o que ainda é um símbolo de fecundidade… Perséfone tornou-se a Rainha do Hades e lhe conhece todos os caminhos por causa da romã que, neste caso, pode ser considerada um símbolo do Conhecimento Oculto. Talvez por isso, Giotto tenha retratado Dante, a segurar uma romã…

Leitura Recomendada
Brandão, J.S.; Mitologia Grega, 2a. Edição, Volumes I-III. Editora Vozes, Petrópolis, 1988. Campbell, J; Moyers, B; O Poder do Mito, 1a. Edição. Editora Palas Athena, São Paulo, 1990. Chevalier, J.; Gheerbrant, A.; Dicionário de Símbolos, 3a. Edição. José Olympio Editora, Rio de Janeiro, 1990

O fato é que, debulhar uma romã é um exercício de encanto. Os grãos de vários tons de vermelho parecem pequenos rubis ou granadas que vão emergindo a tona da polpa macia à medida que nossos dedos buscam, delicadamente, por essas pequenas jóias suculentas.

E, para finalizar, deixo aqui, de presente para vocês, uma receita que sempre faço para tomar na noite de passagem do ano. Experimentem! É pura delícia!

Romã com Vinho do Porto

Romã: 500 g (previamente separada em bagos)
Vinho do Porto: 1 copo (200 ml)
Água: 2 copos gelada (400 ml)
Limão: 1 casca (casca de 1/4 limão)
Açúcar: 100 g (branco ou mascavo)

Modo de fazer:

Limpar previamente as romãs, isto é, separar os gomos.
Juntar as romãs com o açúcar e a casca de limão.
Mexer com delicadeza, para não desfazer os gomos.
Acrescentar o Vinho do Porto, e misturar.
Juntar finalmente a água, bem gelada.
Servir no máximo 4 horas após a confecção, mas, o ideal e servir em seguida.
Tim Tim!
(Ludmila)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    10 pensamentos sobre “A lendária e deliciosa Romã

    1. Lud querida, minha Afrodite agradece as informações gentilmente ofertadas num momento tão especial… muita feminilidade para todas nós !!! Grande beijo.

    2. Ludmila Querida,
      Agradeço os votos e a alegria que você está transmitindo com sua escrita
      Beijokas em seu coração!
      LOVE. GRACE. GRATITUDE!

      Marinalva

    3. Drika Mattos para Ludmila Saharov
      LU, DESEJO UM MARAVILHOSO 12, MTA PAZ, SAÚDE, FELICDD E TD DE BOM. QUE NUNCA LHE FALTEM PALAVRAS PRA EXPRESSAR O SEU DOM. QUE SEU CAMINHO SEJA SEMPRE ILUMINADO E COLORIDO! BJKS.

    4. Oi Lu tivemos o mesma lembrança com as romãs. Aqui voce conta um pouco sobre a fruta e origem e ainda dá uma receitinha deliciosa. Em meu post de hoje mostro como abrir a lentilha sem perder nenhum grão.
      Feliz 2012 bjus no coração!
      yvone

    5. Lu querida,
      Um desejo bem clichê de felicidade, bem fora de moda, desejo de amor e de brisa de mar nos cabelos, desejo de paz, de silêncios e gritos de alegria, de conquistas, reconquistas, velhas amizades, novas. Desejo de fé e esperança, de ser forte e acreditar. Desejo de viver, VIVER com letras grandes e douradas, se esparramar pelos dias e de sentir a plenitude dos momentos. Desejo de mais, muito mais, de pódios mais altos, casa mais cheia, abraços mais fortes, mais alegria, mais compaixão, mais bom senso, mais conhecimento, mais… mais… mais de tudo que for bom, de tudo que for do bem. Desejo de abraçar forte cada um e nem precisar dizer nada, apenas desejar o melhor neste ano e sempre para cada um de vocês. Feliz 2012!
      Flavia Almeida

    6. Flávia, querida!
      Tão linda sua mensagem para mim, que a colei aqui!
      Beijos, linda e tudo em dobro para você, envolto com fitas de amor e amizade!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>