Lope de Vega

Ontem assisti Lope, filme de Andrucha Waddington, e o recomendo muito.
A história se passa em Madri, no sec. XVI. O Jovem Lope de Vega descobre o teatro, cujos cânones subverte, enquanto se divide entre duas grandes paixões; a voluntariosa Elena e a doce Isabel.
Apaixonado, talentoso, corajoso e arrebatado, Lope viveu uma vida plena de aventuras: correu o risco de pagar com a vida por amor e tornou-se um dos maiores nomes da poesia e do teatro de todos os tempos.
Lope de Vega, um dos mais importantes nomes da literatura e da dramaturgia mundiais foi um grande inovador, tendo publicado, em 1609, “Nuevo Arte de Hacer Comedias en Este Tiempo”, um dos primeiros ensaios sobre dramaturgia. Entre suas principais obras estão La Arcadia, Fuenteovejuna, El Caballero de Olmedo, El Castigo Sin Venganza e La Dortea, além de centenas de comédias, romances, poemas épicos, líricos e burlescos, livros religiosos e históricos.
Curiosamente, Lope de Vega tinha um contato direto com dramaturgos importantes e contemporâneos a ele, como Miguel de Cervantes. Jordi Gasull, roteirista do longa-metragem Lope, comenta: “Cervantes sempre sonhou em ser dramaturgo e Lope novelista, mas é engraçado como as coisas mudam… Cervantes alcançou a fama com uma novela, Don Quixote, e Lope com o teatro”.
Assistam. O elenco é excelente. A adaptação à época, primorosa, o cenário espetacular e a historia muito bem contada. É um excelente programa para um sábado à noite! (Ludmila S.)

Outros excelentes filmes que vi nesta semana:

Meia noite em Paris Woody Allen supera-se nessa história que escreveu e dirigiu, onde a realidade e a fantasia se alternam. Ele presta uma homenagem à Cidade Luz e seus habitantes ilustres, através do roteiro criativo e de uma trama genial. Não deixe de ver essa comédia romãntica com Owen Wilson e Rachel McAdams encabeçando o elenco.

Água para elefantes Robert Pattison e Renée Witherspoon estrelam esse drama que tem como pano de fundo a vida circense. Jacob Jankowski já passou dos 90 anos e não consegue esquecer seus momentos da juventude nos anos 30, período difícil da economia americana, que o levou a trabalhar num circo. Foi lá, enquanto era jovem e um ex estudante de Veterinária, que ele conheceu a brutalidade dos homens com seus pares e também com os animais, mas encontrou, também, a mulher por quem se apaixonou. Marlena (Reese Whiterspoon) era a Encantora dos Cavalos, a principal atração e esposa do dono do circo: August (Christoph Waltz) um homem carismático, mas extremamente perigoso quando suas duas paixões estavam em jogo.

O velho que lia romances de amor O filme é baseado na obra do escritor chileno Luís Sepúlveda, publicada em 1989, que narra a aventura de António José Bolívar Proaño (Richard Dreyfuss), aficionado leitor de romances de amor. A história tem como pano de fundo a América do Sul, mais concretamente um local dentro da selva amazonica, chamado El Idílio, onde surge uma onça assassina, que precisa ser exterminada. O Velho, que aprendeu a ler sozinho, degusta cada palavra dos livros que consegue, com dificuldade, tenta entender sua intenção, as cenas que são descritas, preparando-se de maneira quase ritualística para cada seção. Gostei muito quando li o romance, e, agora, o filme, foi também um bom entretenimento. Recomendo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    Um pensamento sobre “Lope de Vega

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>