A submissão da pedra

A submissão da pedra me comove.
Digo PEDRA e a lava, o cristal, a rocha revelam-se em mim,
nos órgãos, ossos, pele, na retina.
E o sêmen ígneo forja grutas, dolmens e falésias,
por entre espasmos da água e do vento.
A pedra em mim e eu, para sempre,
inscrita em seus veios:
fóssil humano impresso na face oculta do poema.
(Ludmila S.)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    2 pensamentos sobre “A submissão da pedra

    1. moya dorogaya ,
      mne vse ochen’ nravitsya! I tak jalko, chto ya ne znayu portugalskogo yazika. No vse ravno ochen’ priyatno. Spasibo za tvoi trudi. I bolshoe spasibo i teplii privet Edne -koroleve photografii.
      Vsem teplii privet
      Larisa

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>