Confidências

(imagem 2141341Время-истекло-2.)

Olho a pedra que aprisiona a eternidade. Uma ternura fecunda preenche meu corpo pagão e me remete ao fogo e à lava que moldaram as montanhas, antes que o tempo as encapasse de veludo e vozes.
Eternidade…esse conceito incendeia-me a alma, na medida em que me reconheço um sopro breve na imensidão do tempo. Minha memória passeia por abismos e recolhe o eco que reina soberano. De quem? Das deusas ancestrais, talvez, que há muito já se foram… (Ludmila S.)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    2 pensamentos sobre “Confidências

    1. Minha Linda

      Vc realmente sabe usar a mente como poucos. Surpreendente, poucas palavras, de um requinte que ate eu tenho a alma crescida apos ler teus poemos. Muito bom!

      Beijos

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>