Festa do Divino Espírito Santo


Foto Festa do Divino em Guararema site:http://ednaperfeitamenteimperfeita.blogspot.com/2011/06/festa-do-divino.html


Panela de “Afogado” em São Luis do Paraitinga, foto de Kuzmoto, do site overmundo.com.br Mais fotos no site: vivaparaitinga.com.br

Festa do Divino em Paraty, RJ.

Os devotos do Divino
vão abrir sua morada
Pra bandeira do menino
ser bem-vinda,
ser louvada, ai, ai.

(Letra de Ivan Lins para A bandeira do Divino)

A Festa do Divino é realizada sete semanas depois do Domingo de Páscoa, no dia de Pentecostes, para comemorar a descida do Espírito Santo sobre os doze apóstolos de Cristo. Criada no início do século XIV, em Portugal, pela rainha D. Izabel, a Festa do Divino Espírito Santo foi introduzida no Brasil pelos colonizadores no século XIV e desde então é celebrada em diversos municípios, permanecendo como uma das mais fortes representações folclóricas do país, até hoje.
Durante a festa inaugura-se o Império do Divino, onde se arma o assento do Imperador, geralmente representado por uma criança que goza de poderes de rei. Antigamente, esse rei tinha até o direito de ordenar a libertação de presos comuns, em localidades do Brasil e de Portugal.
Para arrecadar dinheiro para o evento, acontece a Folia do Divino, quando grupos de cantadores visitam famílias de devotos, levando com eles a Bandeira do Divino, onde está desenhada uma pomba simbolizando o Espírito Santo.
O folclorista Câmara Cascudo escreveu que” o título de imperador do Brasil foi escolhido em 1822, pelo ministro José Bonifácio, porque o povo estava mais habituado com o título de imperador (do Divino) do que com o nome de rei.” Por aí pode-se perceber a força dessa manifestação popular.
Em nossa região do Vale do Paraíba, os festejos do Divino Espírito Santo completam em São Luís do Paraitinga, 208 anos e se encerram domingo, dia 12.
O Império do Divino foi montado num casarão antigo onde os moradores da cidade pedem proteção.As janelas das casas foram enfeitadas com os símbolos do Divino Espírito Santo. Nas ruas, o som do moçambique, das congadas e das folias mistura-se ao cheiro irresistível do “afogado” que pode ser saboreado à vontade!
Nos dez dias de festa, São Luiz do Paraitinga recebe mais de 20 grupos folclóricos da área rural e de cidades vizinhas.
Outra grande festa acontece em Guararema, terminando também no dia 12. Nela se misturam atividades profanas e sagradas. Há missas com bênção de crianças, idosos, mães, água e objetos na Matriz de N.S.da Escada, e a programação folclórica reúne moradores e turistas em torno de bandeiras e símbolos, percorrendo as ruas da cidade.Durante vários dias os festeiros iniciam a comemoração às 06:00 horas com a alvorada e, no dia da Festa é realizado o desfile de carros de bois, charretes e cavalos. Em seguida é servido também o tradicional “Afogado” na casa da família do Sr.José Maria dos Santos. (Rancho do Zé Maria)
Há muitos anos eu não perdia uma Festa do Divino, nem em São Luis, nem em Guararema. Este ano, infelizmente estou longe, mas meu coração está envolvido pela graça do Espírito, como desejo que estejam os corações de todos que me lêem. (Ludmila Saharovsky)

PS. Para meus alunos de Folclore, é uma excelente oportunidade de vivenciar essa magnífica manifestação popular. Tirem fotos e me enviem para publicar aqui neste nosso espaço. Combinado? Grande abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>