Lua de Maio

Farol na noite, essa lua cheia floresce
rasgando o silêncio de tantos naufrágios
e reina, soberana, sobre os instintos e as águas.
Seu canto secreto ecoa nas profundezas da noite
e desperta santos e dragões
ocultos em seu corpo cristalino de mil faces.
Ilha de assombro e mel,
carne transcendente e fecunda das marés,
nela se ancoram, desde sempre, menestréis e musas.
Latejar do verbo pressentido, mãe ancestral,
em seu colo de marfim repousa a semente dos delírios.
Quando ela surge, explodindo em claridade,
todos os mistérios reflorescem em mim
e ganham corpo e vida.

(Ludmila Saharovsky)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>