Ciberespaço


(Milton Greene)

Muitas vezes me pergunto. Para que um blog?
Longe vai-se o tempo em que se escreviam diários, que ficavam guardados a sete chaves, protegendo nossos jardins internos da curiosidade alheia. Então surgiu a Internet e os blogs. Um blog é um diário diferente. Ele fica ali, arquivado entre milhões de outros, e, de alguma forma, pessoas das mais diversas origens, interesses, idades, crenças, etnias encontram o seu, identificam-se com o que ele contem e começam a fazer parte de seu dia-a-dia. E você, igualmente, viaja por tantos outros itinerários, histórias, informações, imagens que, se não se colocar limites, fica mais tempo no mundo virtual do que no real.
Os blogs são espelhos desse novo espaço onde a humanidade se reflete: Neles, alguns de nós, mostram sua verdadeira face. Outros, inventam para si a vida e a personalidade que gostariam de ter e a assumem!
Na imensidão do ciberespaço, nossa individualidade, por mais exposta que seja, torna-se anônima. Afinal, quem pode dizer que realmente nos conhece? Nos blogs, ficção e realidade se misturam. É bom? É mal? Não sei…mas, são os novos tempos!
(Ludmila)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    Um pensamento sobre “Ciberespaço

    1. Interessante essa sua consideração. Realmente, navegando nesse infinito mundo virtual, acabamos sendo todos ilustríssimos anônimos. E mesmo assim, persistimos!Abraços!
      Evaldo

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>