Mulheres


(Foto de Pavel Mirchuk)

“Não consigo dormir. Tenho uma mulher atravessada entre minhas pálpebras. Se pudesse,diria que fosse embora; mas tenho uma mulher atravessada em minha garganta” (Eduardo Galeano, no livro Mulheres)

Amado:
Em que poro distante lateja teu nome?
Em que retina, em que abismo, em que delírio?
Onde te escondes?
(Ludmila Saharovsky)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    2 pensamentos sobre “Mulheres

    1. Olá, Ludmila! Já tinha entrado por indicação da Clarissa que disse que nossos blogs seriam irmãos, o que muito me honra. Gostei bastante dos textos tão sensíveis e das imagens que nos tocam. Um grande abraço!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>