Linha d’água


Olho o lençol
Mar branco
Na cama descoberta
E sinto teu corpo
Adentrando, lento,
No sono em que me deito.
E a maré sobe
E navegando
Vou explorando ilhas,
Enseadas, portos
Enquanto tu desvendas
O meu de dentro

(Ludmila Saharovsky, no livro Cronistas, contistas e poetas contemporâneos, Editora Scortecci)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>