Estrada da Graciosa





Depois, saímos da BR 116, em Paranaguá, para conhecer a Estrada da Graciosa, que leva a Morretes, Paraná. É um trecho de aproximadamente 30 km, calçado em paralelepípedos e repleto de curvas sinuosas evolvidas por encostas floridas, picos, montanhas, mar e cachoeiras. A estrada foi construída sobre um caminho criado pelos índios que subiam a serra para a colheita do pinhão e que foi utilizado por eles e pelos jesuítas por mais de 200 anos. O Caminho da Graciosa é um dos cinco caminhos coloniais, em território paranaense, que atravessa a barreira natural da Serra do Mar, integrando o litoral e o Planalto Curitibano. As primeiras notícias deste caminho datam de 1721.
A estrada foi construída, a partir de 1854, ano da emancipação da Província do Paraná, com uma extensão de 28,5 Km, utilizando os antigos traçados tanto da trilha quanto do caminho. Hoje, ainda estão presentes os remanescentes históricos da trilha e do caminho. São trechos de calçamento encontrados, em alguns pontos, ao largo da estrada, restaurados e conservados. Além das ruínas históricas que contém, parte da Estrada é utilizada regularmente, tornando-se a única via de acesso ao litoral com características de Estrada Parque e Caminho Histórico. Por isso, atualmente, o caminho e a estrada são largamente utilizados na preservação do patrimônio cultural do Estado do Paraná.
Além de seu valor histórico cultural, a Estrada da Graciosa está inserida num dos últimos remanes-centes da Floresta Atlântica. Por sua importância recebeu reconhecimento especial com a criação da Área Especial de Interesse Turístico do Marumbí, em 1984.
Fonte: Departamentos de estradas e rodagem (DER) www.der.pr.gov.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>