Candomblé: Uma religião acima do bem e do mal II


EPA BABA OXALÁ! Salve suas forças, meu pai!

Nas senzalas, o espaço onde os santos africanos eram assentados (em tigelas, alguidares, terrinas) era tapado por uma tábua coberta por panos brancos, e, sobre esta tábua era então construído o altar para os santos católicos, que nele eram depositados, renomeados e seguindo a hierarquia dos deuses africanos. Assim, Ogum, um santo jovem, forte e protetor, foi associado a Santo Antonio. Oxossi, um santo guerreiro e valente, foi renomeado de São Jorge. Xangô virou S.Gerônimo. Abaluauê tornou-se S.Lázaro. Oxumaré passou a ser reverenciado como S.Bartolomeu. Iansã como Santa Bárbara. Uxum, como N.S. da Conceição. Iemanjá, como a N.S. dos Navegantes. Nanã, a mãe da Virgem Maria,virou Santana. Quanto à Ossãe, como não se encontrou nenhum santo similar por ser ele um santo encantado ( deus africano ligado à natureza) alguns negros referiam-se a ele como São Benedito. Desta maneira, quem entrava numa senzala, tinha a correta impressão de que os negros passaram a cultuar santos católicos, quando na verdade eles continuavam a zelar por seus orixás, simplesmente renomeados. Roger Bastide, fazendo uma análise estrutural dos candomblés da Bahia, mostra como a estrutura do mundo se subdivide em quatro setores: os deuses, os homens, a natureza e os mortos. Cada setor possue um sacerdote devidamente preparado para entende-lo e contata-lo.
Assim, os babalaorixás presidem o culto aos orixás.
Os babalaôs, o culto de ifa, o homem. Os babalaossanhas, o culto de ossanha, a natureza, e oo babalaoges, o culto dos eguns, ou mortos.
Cabe ao babalaorixá, ou pai-de-santo cuidar da presença dos orixás na terra. É ele, juntamente com seus “filhos”, quem servirá da cavalo a ser montado pelas divindades. Para que os deuses continuem existindo , eles precisam se manifestar no corpo dos homens, precisam receber as obrigações das “comidas de santo” e necessitam de ter suas pedras sempre bem lavadas.
O babalaô se ocupa do mundo dos homens, é iniciado na arte da leitura de búzios, prediz o destino, descobre os segredos.
O trabalho dos babalaossanhas é muito importante, pois eles são iniciados nos mistérios das ervas, colhidas no fundo das matas e utilizadas nos banhos de purificação, na lavagem das cabeças e dos colares. Já o babalaoge coordena o mundo das trevas. Cabe a ele a evocação dos espíritos dos mortos.
A cosmologia dos orixás, por sua vez, também apresenta-se dividida em setores,. E a comunicação entre eles é feita pelos exus. (continua)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>